domingo, 4 de agosto de 2013

O Poder Dos Símbolos...Ou Não!



Quis, e cooperou com os protestos em favor do salvamento da mãe terra!
Tomou traje, e logo se amotinava contra a representação de todos os poderes usurpadores vigentes.
Gritavam contra bancos, indústrias, latifundiários e todo governo moldado por esse capitalismo predatório, que à tudo se apossava e consumia.
Quando despiu então seu traje social, e exibiu os simbolismos de, e em seu corpo, sua feiura nua serviu de espanto e repulsa, mesmo aos outros manifestantes!
Era o centro espetaculoso de um círculo de escandalizados!
Seus 170 Kg, nus, eram naquele instante, um enrolado de papel filme, que cobriam um bezuntamento de fezes humanas, circundado por penduricalhos de tiras de couro galináceo, representando inicialmente a poluição orgânica que agora revestia o inchado organismo mundial, e que era sufocado pelo lixo sintético expelido pelas indústrias; e os restos rasgados das aves, era a representação da maldade dos maus tratos, principalmente do ramo alimentício.
A mensagem era bela, mas vestia o ridículo de um pesado corpo enrugado e os excessos visuais de uma simbologia grotesca!
Não foi compreendida, foi criticada, e processada como atentado violento ao pudor e por fim, execrada!
O mundo nunca se deu muito bem com visionários e vanguardistas!




Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...