quinta-feira, 31 de maio de 2012

Quem Vos Tecestes?

E então, o acaso emaranhou uns fios de algodão até engendrarem as linhas serpenteantes que aguardaram algum milagre para se ajuntarem em outra forma.
E numa antiga, de tantos novelos e retroses houve o movimento e formação, e, de muitos enlaces surgiram uns metros de tecido, ainda sem uma causa, ou destino.
Ninguém soube da criação das agulhas e seus processos, dizia-se terem sido cuspidas do cerne magmático para cumprir toda sorte de coincidência de trama e não havia tecido sem padrão, mas sim uma progressão de cores e pontos intrincados!
Movimento e beleza foram se estendendo, e os tais fios se ajuntando, e a geometria se tornara em enigma fingindo ser desvendado.
Arrematou-se a obra acolá, porém a suas dobras teimavam em acolher matéria para ir além de nossos olhos.
Hoje a metragem não pode ser calculada, o peso não pode ser suportado, e, a despeito de suas maravilhas ainda continuamos à ignorar seu artesão!   

Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...