domingo, 25 de março de 2012

A Fada Do Dente.

Disseram-lhe que o dente vacilante valeria para a Fada uma nota graúda, depois de tanto insistirem em uma extração de boa vontade; e o garotinho pesou o sacrifício em um silêncio calmo por dias.
Com tal relutância o valor passou a ser chacoalhado à vista sempre que se encontrava diante da parentela como um exemplo tangível do que a figura folclórica ofertaria, e ele sempre apresentava seu dente dançante em um sorriso desconfiado.
Certa feita a tal fada mandou dizer que aumentava em muito o valor, mas a verdade era que era pela angústia do ranger da peça solta em boca alheia; e o garoto compenetrou-se inda mais, até o dia em que ouviu-se um grito no belo quartinho montado:
Os olhos do pequeno estavam mais do que marejados, e o travesseiro, ao ser levantado, abrigava uma fileira ensangüentada de dentinhos de um inocente!

Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...