sábado, 25 de dezembro de 2010

Meus Erros.

Quantos erros ainda cometerei?
Erros que resultarão em paradoxais acertos,e outros, ortodoxos erros?
Erros por impulso,ignorância ou deliberados!
Erros maldosos,piedosos,ou neutros!
Minha história se molda por eles,e por eles minhas veredas se desviam
por vias que não reconhecerei; e se iniciativas conotativamente
pejorativas ou paradigmas humanos condenam os mesmos, eles ainda me movem
em seus deslizes...
O erro é natural; inerente à estreiteza da minha existência,e seu peso
eu lanço de mim, ainda que com o grande luto do remorso, e sigo com
meus muitos passos retos, e alguns passos tortos...

Anderson Dias Cardoso. 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...