terça-feira, 18 de agosto de 2015

Amor...

-Posso ser sincero contigo?
-Claro!
-Só estou com você por conta do seu dinheiro.
-Hum.
-Não está chateado?
-De maneira nenhuma!Acho a sinceridade uma virtude que acaba por suplantar seu interesse, e, já que chegamos a esse nível em nosso relacionamento, eu não tenho mais dinheiro algum.Tudo o que me viu gastando foi advindo do meu contrato de recisão.Estou duro!Duríssimo!
-Nosso verdadeiro relacionamento começou nesse minuto.
-Sim. Agora vamos; o último ônibus já deve estar passando por aquele ponto em frente ao coleginho.
-No final, não somos pessoas tão ruins.
-Não.





Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...