domingo, 19 de julho de 2015

Valores, Como a Consciência.


Avistou aquela figura imunda e fragilizada. Agachou-se, depositou uma moeda na caneca e logo se viu abraçado com o tal desconhecido.
Ambos choraram; porém ele chorou um tanto mais, tamanha comoção!
O coração pulsava naquela toada rápida, dolorida. Os olhos embaciados e o cheiro azedo do suor do homem lhe agredia sentidos e sentimentos.
Mas aquilo era necessário; até cartático para quem estivesse do outro lado do ponto.
O abraço durou aproximadamente três minutos. O tempo em que soou a voz em seu implante auricular avisando que lhe haviam depositado a quantia respectiva por aquele serviço no banco paralelo o qual indicara, longe dos olhos do Fisco.
Levantou-se, ajeitou a camisa e seguiu para o próximo miserável.
O mercado de terceirização de consciência estava em franca expansão.




Anderson Dias Cardoso.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...