sexta-feira, 29 de maio de 2015

Vivendo Consigo.



No sorteio da brincadeira de pique - esconde, ele foi o premiado. Virou-se meio aborrecido, foi até o muro, se inclinando para começar sua contagem.Escolheu a regressiva, pois, como sempre, havia de trapacear!Quando terminou, já mais animado, pôs se a buscar os companheiros. Alguns minutos e encontrou o primeiro escondido num container fedorento.Admirou-se da coragem do rapaz, mas o que lhe assombrou mesmo foi que, quando o tal tentou lhe escapulir para se salvar, ele viu sua face no lugar da do moço!
Mas, a brincadeira era muito mais importante do que aquela situação estranha!O venceu na corrida, e partiu para o seguinte!
Curiosamente, a próxima foi a garota Beatriz, que também vestia uma versão feminina de suas feições. E assim foi com André, Lúcio, Carlos, Pedro, Benjamim e Cláudia!Resolveu não mencionar o caso, e continuou a brincadeira até a hora permitida para um garoto de oito anos, enquanto transitavam pela rua outras pessoas, das quais se reconhecia em todas elas.
Chegando em casa seu pai era versão sua aos trinta e cinco anos, e sua mãe mandou para o chuveiro replicando a mesma piscadela de cumplicidade que ele costumava lhe endereçar em certas ocasiões. Tudo aquilo era muito bizarro, embora as pessoas fossem-lhe mais simpáticas naquela ocasião.
Quando subiu à sua cama, levou um bom tempo até adormecer, não queria que aquilo acabasse.
O mundo agora tinha tudo para dar certo! 



Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...