sábado, 21 de dezembro de 2013

Bang!



Meio maluco, mas ainda assim, um ótimo mecânico!Diziam que reconhecia defeitos automotivos pela ressonância do motor, toque à boca do escapamento, cheiro e gosto dos fluídos. Todo o processo parecia místico, ou instintivo, mas era assegurado por uma garantia assinada de seis meses!
O homem era barateiro, honesto, simpático; o que lhe confirmava a oficina lotada, além de ofertas de emprego nas autorizadas de renome. Era meio triste que logo após seu expediente este cerrasse as portas e se confinasse para desenvolver suas máquinas do tempo, moto perpétuo, desintegradores, bombas de antimatéria , vórtices de teletransporte...
As pessoas o questionavam, e ele confirmava que alguns aparatos já se encontravam em processo de requisição de patente, outros, ainda necessitavam alguns acertos, e alguns... Bem, ele havia dado como empresa impossível!
As pessoas zombavam nas entrelinhas, puxando-lhe a língua para lhe arrancar discretamente mais algum desvario, pois não havia profissional tão competente ou justo, que lhes coubesse no bolso.
Um dia, porém, algum desafeto o desafiou, e ele, meio sem jeito, apontou o carro que se movia na velocidade da luz!
Eles pediram para dar uma volta, e ele disse que, desde que não tocassem no botão vermelho tudo iria bem.
“Ainda não desenvolvi um sistema de freios, e orientação seguro!”
“Então o passeio será num comum Mustang 79?”
“Vocês ficarão deliciados com a maciez do motor!” E eles partiram sorridentes para a treta!
Andaram alguns quarteirões, e discutiam entre si uma reta decente para experimentar o motor, concordaram que havia uma rodovia federal próxima.
“A velocidade da luz... Qual é a velocidade mesmo?”- A pergunta parecia sincera, mas todos riram.
“299 792 458 metros por segundo...”-Sorriu a inteligente resposta.
“E, tudo isso só apertando aquele botão?”-E o homem avançou contra o painel, enquanto outros dois seguravam o mecânico, e controlavam o percurso.
Havia um caminhão no horizonte, em sua direção; e em segundos depois toda uma cidade foi varrida do mapa.
As autoridades cogitaram um ataque terrorista, mas não havia qualquer testemunha!




Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...