sábado, 11 de dezembro de 2010

Homônimos e a Corrupção.

Uma pergunta trouxe à consciência de Hipócrates de volta à mesa,e ele se
desculpou por divagar como fazia com seus pacientes,sorriu um pouco e
disse como eram chatas todas aquelas consultas,dores e doenças do
proletariado,e mordeu um bocado do prato fino construído de vísceras de
carneiro,e se lembrou novamente de sua especialidade e disse em tom quase poético
que "não só o câncer devorava as vísceras",e comentou satisfeito que
algumas mortes haviam lhe conferido ótimos jantares,e que o desvio de
medicamentos oncológicos eram muito lucrativos,e todos na mesa se
reclinaram atentos aos valores de que se gabava o médico,e se
encantavam com a genialidade daquele companheiro,e então Paulo de
Tarso exclamou um "Glória à Deus" que o fazia adentrar na "Terra
Prometida".Adam Smith pediu outra garrafa de suor,ordenou que o garçom
distribuísse uma medida generosa a cada companheiro,e brindou à saúde
e à fortuna,e todos riram,e Paulo de Tarso Bendisse à Deus,e aos
homens de boa fortuna,mas no meio de sua doxologia Adam arrotou
satisfeito e retomou a palavra,perguntou se apreciavam aquele fino
estabelecimento e analisou a estrutura administrativa
daquele grande restaurante e deslindou os métodos daquele que 
era um de uma grande cadeia!-Belo método,muito tradicional e
humildemente reclamo a autoria:mercadoria de segunda,preços de
primeira,trabalho de imigrantes,salários baixos e ameaças de deportação,nada de
direitos,tudo com um belo sorriso estampado no rosto ...é o que
vale!!!Ninguém quer saber se exploramos alguns,desde que o prato e o
atendimento satisfaçam à um estômago vazio e um coração aborrecido!E
Clístenes tomou posse do resto da conversa e olhando para Paulo de
Tarso sorriu como se furtasse sua fala e dessa vez foi ele que elevou
uma bendição,e disse "Bendito sejam os signos!Benditos sejam as
marcas;que uma vez consagradas se adulteram e vendem a mentira!E todos
disseram Amém!E Paulo de Tarso emendou um Aleluia,e todos riram
divertidos.Clístenes ajeitou os cabelos,e seus olhos eram atentos e
atenciosos e repousavam em cada pessoa por uns instantes e os dominava
com seu carisma.-Somos a geração dos signos!Somos todos marcas,e como
disse,as razões sociais nada importam-mexeu novamente nos cabelos  e o
perfume do hálito dos famintos rescendeu gostoso por toda a mesa,e
logo adiantou a procedência:furto advindo de impostos sacrificantes,e
gabou-se,era sua melhor essência do proletariado,muito melhor que o
perfume das ruas,dos abraços suados em tempos de campanha...Nós somos
o futuro!!!Os gerentes do mundo!Administramos a fartura de recursos e
a transformamos em escassez,diminuímos estatisticamente a
pobreza,fingimos aumentar o poder aquisitivo da população,quando o que
aumentamos são os impostos,e lhes retiramos os direitos à
educação,saúde,e lazer,e ainda os fazemos pagar caro por esses e outros que fingimos oferecer; até que
se
consuma seus recursos e não os gaste em...Uma mão se ergueu,e a frase
foi cortada,e Goebbels assumiu apropriando se da ocasião:Não se
esqueça de nós camarada Clístenes,não se esqueça de nós!!!Uma nota de
perversidade simulada vibrou naquela voz.Nós criamos estas embalagens
bonitas que são apresentadas!Aumentamos as virtudes,diminuímos os
defeitos,e eliminamos as deficiências!!!Nós somos os "Criadores de
Símbolos"!Somos a voz que calunia seus adversários,mesmo sendo
melhores que vocês,nós somos o silêncio,a omissão,somos a forja de
tiranos,criadores de monstros,ao passo que também
beatificamos,endeusamos,instigamos à idolatria...somos a realidade
mutável do interesse,somos os construtores do mundo virtual,moldado ao
gosto das elites,em detrimento aos menos favorecidos...Somos a
ignorância e entretenimento para a pobreza,a manipulação e a confusão
da classe média,e as possibilidades e potências dos poderosos...e o
que
tens a dizer camaradas???Principalmente você Paulo,que está tão atento
à nossa fala,e nem mesmo ergue um novo louvor?Será que nos
desaprova,ou nos condena com seu silêncio???
-Não irmão;somos filhos de uma mesma proposta...uma confraria sagrada
que atua em diferentes ramos,suprindo a necessidade de propósito das
massas...nós criamos demandas,desejos e pastoreamos ovelhas confusas
aos pastos do mercado...Lindamente esvaziamos os significados e
deixamos as substâncias para já não sobrecarregar os corações tão
atribulados...Um Cristo moral é melhor que o Filho de Deus,rituais são
mais leves que transformações...então olha para Goebbels e seus olhos
e a boca estreita sorriem-Um produto não necessariamente deve ter uma
utilidade,mas deve despertar o desejo,e o desejo deve se transformar
em propósito...Meu produto é Deus,ou melhor,sua moral para regular as
relações sociais e proteger as classes altas da revolta das demais
camadas e desviar o foco da terra para o céu prometido,e para lhes
facilitar o caminho,lhes retiramos a cruz,e sem que percebam os
retiramos o próprio Cristo,deixando algo de sua útil doutrina...lhes
entregamos a embalagem enquanto o produto continua
guardado na prateleira;em verdade em verdade somos todos uma fraude
mutualista onde as ligações não são percebidas pelos círculos
externos,sob a regência de um Deus comum...a ganância!E se tomamos a
aparência,ou características de nossos homônimos é por pura
conveniência e facilidade de associação de imagem!Somos os heróis
reeditados para uma sociedade que não conhece seu passado,e nem mesmo
em profundidade as proposições de cada um desses nomes...

Anderson Dias Cardoso. 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...