quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Desconcerto.

Às vezes somos como aqueles malabaristas de sinal; com muito pouca habilidade e mais objetos do que conseguimos manter no ar.
A vida então parece ser daqueles tristes espetáculos pelo qual se paga com algumas moedas, e se vira o rosto para não encarar o vexame...




Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...