segunda-feira, 13 de julho de 2015

Ted Gum.

Ted Gum, esse era o apelido, que havia se tornado nome.
Fora daquelas crianças que preferiam doces à brinquedos.Seus pais pouco se importavam com a troca, desde que cumprisse completamente o ritual de higienização que consistia em escovação, fluoretação e a dança do fio dental, que pouco tinha a fazer naquela boca de dentes espaçados.Por outro lado, todo o resto da sociedade se empenhava em policiá-lo, para lhe impedir que estragasse o apetite, ou a saúde, por conta de tanto açucar e conservantes!Diante de tal aporrinhação, teve uma idéia pra se emancipar das opiniões e conselhos alheios, mas só a conseguiu executar em seu décimo oitavo aniversário, já que seus pais achavam aquilo tudo um exagero!
Hoje o moço desfila todo faceiro pelas ruas de sua cidade!A boca nua de dentes continua degustando aquelas adoradas gomas; e quem o vê de longe não percebe, diante do mascado frenético do mancebo, onde começa o rosado das gengivas, ou termina o do chiclete!





Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...