domingo, 18 de maio de 2014

Medo de Bonecas...



Estava ali, deitada sobre a mesinha de vidro; mas houveram outras a me incomodar antes daquela!
Corpinho de tecido, enchimento de algodão ou sintético; mãozinhas, pezinhos e cabecinha emborrachados. Confesso que era uma manufatura interessante; bem acabada, com olhos convincentes, dobrinhas bem desenhadas, cabelinho sedoso, rubor discreto nas bochechinhas; mas a figura das feições estava errada!Aliás, sempre estavam!
Aquela criatura, jogada sem qualquer cuidado em meio aos outros brinquedos parecia sofrer!Acho que a intenção de seu “Gepeto” era que fosse um rostinho alegre, mas aqueles olhinhos “franzidos”, aquela boquinha caricatamente aberta, parecia dissimular um incômodo, uma dor, um desespero... Era de se suspeitar que aquele arremedo de gente, em suas entranhas macias e antialérgicas, e naquele crâniozinho de borracha oca, tramasse alguma vingança, e isso era perturbador em situações de falta de energia, solidão, ou períodos onde se está psicologicamente abalado!
Já ouvi histórias a respeito de algumas bonecas que viram a cabeça, bibelôs do Buda que sorriem dentes afiados... Vamos mudar de assunto, pela boa saúde da minha próxima noite de sono!
Outra coisa que me deixa um pouco pensativo é a disposição dos pais em presentearem seus filhinhos com aquelas coisas!Eles são atestados de que o mundo não é um lugar maneiro!Acredito que a maioria das estampas daqueles serezinhos bizarros é uma projeção inconsciente dos autores, daquele momento em que, retirados do aconchego morno, úmido e viscoso do ventre da mãe, como inquilino, é expulso para a primeira surra de sua vida!A caretinha dos danadinhos é aquele instante do grito que carrega os pulmõezinhos com o primeiro oxigênio corrompido experimentado, com toda sorte de bactérias e a ilusão de assepsia daquele ambiente alvejado de cloro!É aquele mesmo primeiro choro, só que maquiado pela aparência de alguns meses à mais, uns quilinhos sobressalentes e a tentativa de fazer a o pranto parecer riso!
Quanto às crianças; elas são muito corajosas!Confiam em bonecas e querem ir ver o palhaço...
Ah!Palhaços... Eles também são criaturas assustadoras...



 Anderson Dias Cardoso.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...