sábado, 4 de dezembro de 2010

Estética Canina Coerciva.

Não me deram o privilégio do androginismo e de frente todo cão é
igual;sou cão macho,mas isso não importa se o corpo diz que não.
Tenho pelo negro,tenho pelo verde,tenho pelo rosa,só não tenho vontade
própria,sou escultura animal,sou ostentação de criatividade,sou...sou
ridículo!
Parte pelada,parte peluda,friorento tendo um dia tanto pelo;
admiro à muitos,até que perguntam o sexo,e se afastam sem esconder o
deboche!Ah!Fosse eu cão comum,um vira-latas qualquer,sem banho nem
tintura,vivesse de lixo;corresse na chuva sem temer termômetro!Mas sou vítima do sistema,sou obra do gosto...tentando me adaptar;sou a personalidade que não escolhe sua embalagem,sou o cão pós-moderno,imagem desse mundo  sem valores,completamente "despoodlerado"!!!

Anderson Dias Cardoso. 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...